Duas décadas revelando e formando novos valores do surf brasileiro. É com essa motivação que o Rip Curl Grom Search, um dos principais circuitos de base do País, chega a edição 2019 com a expectativa de reunir os principais talentos da nova geração, com idade limite de 16 anos, tendo como grande atrativo as vagas para a final internacional do evento.

Guilherme/ Foto: Divulgação/ Pedro Monteiro

A etapa inicial está confirmada para os próximos dias 26 e 27, em pleno verão, na Praia da Ferrugem, em Garopaba/SC, e a final no Rio de Janeiro, em local a ser definido, nos dias 23 e 24 de fevereiro. Novamente, o evento terá o slogan “Muito mais do que um campeonato de surf”, oferecendo atrações fora do mar para os atletas e também ao público.

Em disputa as categorias mirim e feminina, para atletas com até 16 anos, iniciante, com limite de 14 anos, e a grommet, para surfistas com no máximo 12 anos. As inscrições serão abertas na próxima quinta-feira (10). “Teremos essa edição especial de 20 anos ininterruptos do Rip Curl Grom Search. Um circuito que ajudou a revelar todos os atletas brasileiros que hoje estão no Circuito Mundial e, claro, teve como grande destaque Gabriel Medina, que foi campeão internacional em 2010”, afirma o gerente de marketing da Rip Curl, Fernando Gonzalez.

“É um motivo de festa, de comemoração e faremos isso da melhor forma, com a nova geração em ação, competindo, em dois picos icônicos do surf em pleno verão”, reforça Gonzalez, lembrando que além dos títulos, a 20ª edição do Rip Curl Grom Search classifica os campeões da mirim e da feminina para a final internacional do evento, a ser realizada em algum lugar do mundo em 2020.

No ano passado, os quatro títulos ficaram com atletas paulistas. Eduardo Motta e Sophia Medina faturaram na sub16, garantindo as vagas para representar o Brasil na final mundial do evento 2019. Caio Costa faturou na sub14 e Guilherme Fernandes foi o melhor da sub12, sendo os três últimos surfistas do Instituto Gabriel Medina.

Por Fábio Maradei

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.