Por Binho Nunes

Foto Marianna Piccoli
Foto Marianna Piccoli

Por meio de sua página no Facebook o freesurf Binho Nunes postou uma foto da sua segunda queda em Pico Alto, do swell épico que rolou nos dias 12 e 13 de agosto, sexta e sábado. Um lugar escondido dentro de Florianópolis, que nada mais é o “quintal de sua casa”. Enfim, aprecie o tubaço que ele pegou e leia o relato deste autêntico surfista de alma… “Aqui vou entrando no mar pela segunda vez no sábado de manhã, quantas vezes você já foi expulso do mar? Pois é, peguei uma onda, quebrei a cordinha e não consegui mais voltar, saí do mar e esperei 20 minutos, recuperei meu fôlego e voltei para caçar o que sempre persegui nessa vida, tubos secos e intensos.

Levei quase 20 minutos também pra varar a arrebentação, chegando no ‘outside’ percebi que nós não pegamos as ondas que sempre sonhamos, são elas que nos escolhem… E, em um mar de 6 pés plus, surfar com mais quatro cabeças na água não tem preço, principalmente quando você está no quintal da sua casa, sem gritos de hostilidade, sem trânsito intenso na linha da sua onda, só gritos de alegria por dividir esse momento intenso e mágico da natureza, que acontece com um nível desses pouquíssimas vezes na vida, e o melhor de tudo, quando o mar não está pra peixe, o princípio básico quando se dá o primeiro passo em direção ao ‘outside’ é o respeito, a tudo e a todos, pois quem manda é o mar…

O ‘Swell’ de sábado foi histórico! Pois tava grande mesmo, pesado e com tubos largos, as rainhas lembravam as ondas chilenas. Mares insanos são de costume difíceis de se navegar, raramente tem um canal para te facilitar a chegada no ‘outside’, e uma vez lá dentro é a briga de ‘gato e rato para fugir das guilhotinas. Não escolhemos as ondas, elas que escolhem seus passageiros.

Nós surfistas só temos que desfrutar os templos verdes, intocáveis pelo homem, esculpidos por tudo aquilo que há de mais sagrado nesse mundo, a natureza. Surfar nesses salões é sair de si por alguns segundos, é o êxtase total! O poder do mar sabe a hora de te punir e a hora de te premiar, nessa sessão fui punido, mas também premiado.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.