Toledo recebe a maior nota em Gold Coast

Filipe Toledo (SP) (@WSL / Ed Sloane)Filipe Toledo (SP) (@WSL / Ed Sloane)

Filipe Toledo tirou a maior nota do ano no World Surf League Championship Tour 2018. Ele foi o segundo brasileiro a passar para as quartas de final na quarta-feira. Ele dropa e já começa surfando um bom tubo, na saída faz um lay-back impressionante e segue variando suas manobras modernas e progressivas, massacrando cada espaço da onda até finalizar com um difícil e inovador “Club Sandwich”, que poucos conseguem fazer no tour. Os juízes deram nota 9,67 e, com a classificação para as quartas de final praticamente garantida, Filipe passou a dar show, arriscando manobras mais acrobáticas para o público. O brasileiro venceu a bateria por 15,70 pontos, Adrian Buchan passou em segundo com 14,60 e o matador de campeões mundiais, Mikey Wright, foi eliminado em terceiro com 11,20 pontos.





“A direção do vento não está boa para os aéreos, então escolhi fazer manobras na face da onda”, disse Filipe Toledo, que não usou sua arma letal na quarta-feira. “Eu tinha força e velocidade naquela onda 9,67 que finalizei com o Club Sandwich. Eu já tinha tentado essa manobra outras vezes e eu queria ser mais criativo nas minhas manobras, mas nunca tinha acertado tanto como hoje (quarta-feira) aqui. Eu me diverti muito nessa bateria, tomei a iniciativa de ir em várias ondas e acho que realmente valeu a pena”.

Por João Carvalho

Compartilhe.