ONG Social Skate e CBSK vão mapear entidades sociais que trabalham com skate

A Confederação Brasileira de Skate (CBSk) e a ONG Social Skate se uniram em prol de um objetivo maior: mapear o maior número possível de entidades que usam o skate como ferramenta de inclusão social em território nacional. Com os dados compilados e um raio-x de cada instituição, começa a parte interessante do trabalho em equipe que é aplicar todo o know how que possuem na qualificação profissional dos locais.

“A ideia é mapear o máximo de entidades que nós conseguirmos no território brasileiro. Vamos saber quem são e quantas são. Sabendo isso, como estão essas entidades? O que podemos fazer para ajudar? Estão legalizadas? Uma vez oficializadas, entram as leis de incentivo, verbas de marketing e até doações são mais fáceis de receber. Queremos ouvir as entidades. Cada localidade tem sua realidade. Não existe fórmula mágica para o Brasil todo”, destaca Sandro Soares, o Testinha, da Ong Social Skate.

Muitos desses projetos que serão mapeados mantém contato com o presidente da ONG Social Skate, Sandro Testinha, referência em território nacional no uso do skate em trabalho de reabilitação social de jovens e crianças.

Os idealizadores deste projeto pretendem juntar o maior número de dados ao longo do mês de julho, por meio de uma pesquisa online. As entidades que se interessarem também poderão participar da pesquisa online ou enviar um e-mail para [email protected].

“Ficamos honrados em participar e sermos auxiliados por essa iniciativa, afinal para nós o trabalho da ONG Social Skate é um espelho a ser olhado todos os dias”, afirma Robson Menezes, do projeto Dysenvolve Skate, de Brasília (DF).

“Tenho certeza que mais essa ação da Social Skate, dessa vez junto a CBSk, irá fazer com que os setores públicos e privados, além de parte da sociedade, possam olhar de forma especial para todos os projetos de skate educacional do Brasil”, completa Miel Alves, do projeto PESS Amontada, do Ceará (CE).

A aproximação da ONG Social Skate com a CBSk já acontece há muito tempo, direta ou indiretamente. Seja pela parceria nos principais eventos organizados pela entidade, com clínicas de skate e visitas dos alunos da ONG por exemplo, ou com membros da diretoria ao longo de toda a trajetória da ONG.

“Pela trajetória do Testinha, a importância dele para o skate é gigantesca. Nos eventos recentes do Circuito Brasileiro, o STU, sempre convidamos ele e as crianças assistidas pela Social Skate. É um trabalho muito inspirador. Essa aproximação é sempre muito bem-vinda. Já era um desejo antigo trazê-lo para perto e essa diretoria ajudou a viabilizar isso. Com certeza temos muita força a somar e realizar juntos”, afirma Eduardo Musa, presidente da CBSk.

View this post on Instagram

A Confederação Brasileira de Skate (CBSk) e a Ong Social Skate estão unindo forças para mapear entidades e projetos que trabalham o skate como ferramenta de inclusão social no Brasil. A intenção é identificar de que forma a CBSk e a Ong podem contribuir na evolução e profissionalização dessas iniciativas. Auxiliando principalmente nas suas estruturações para que possam ganhar mais visibilidade e inclusive pleitearem recursos públicos, como Leis de Incentivo, por exemplo. Ao longo do mês de julho, os dados das entidades estão sendo reunidos por meio de uma pesquisa on-line coordenada pela Ong Social Skate. Confira no www.cbsk.com.br (link ativo na bio) ou entre em contato através do email [email protected] Bora fortalecer o movimento Social Skate! #CBSk #SomosTodosCBSk #SocialSkate #OngSocialSkate #Skateboard @ongsocialskate

A post shared by Confederação Brasileira Skate (@cbskskate) on

Compartilhe.