ONG Social Skate conta com a participação do projeto “Amor sobre 4 rodinhas” neste Natal

Foto DivulgaçãoFoto Divulgação

Ricardo Porva, o pai da Iris, skatista profissional, é o criador da gaiola que dá novas possibilidades para pessoas com deficiência sentirem a emoção de andar de skate. Em parceria com a ONG Social Skate, o projeto “Amor sobre 4 rodinhas” vai alegrar o Natal da ONG neste sábado, dia 21, a partir das 13 horas, em Calmon Viana.

O Natal da ONG Social Skate é uma grande confraternização entre famílias, amigos com um almoço programado para às 13h, que irá simbolizar a tradicional Ceia de Natal. É o dia de  dividir o espírito natalino com as 150 crianças que participam do projeto Manobra do Bem II. O almoço para as crianças acontecerá no Foto Fest, localizado na Rua Tereza, 489, também em Calmon Viana, Poá.

Às 16 horas, acontecerá a ação com o projeto “Amor sobre 4 rodinhas”, na quadra onde ocorrem as aluas da ONG Social Skate, localizada na Rua Monte Alegre S/N. O projeto é organizados pela equipe do Viva Iris, o equipamentos pode ser levado a qualquer local, até público para que muitas crianças possam aproveitar essa oportunidade e se divertir muito! Crianças com ou sem deficiência, todos podem participar!

O projeto “Amor sobre 4 Rodinhas” surgiu depois que a família da Iris desenvolveu, com a ajuda de um amigo, uma estrutura móvel super estável para andar de skate com ela, nomeada como SIRI (Sistema Integrado para Reabilitação e Independência), mas é popularmente conhecida como a “Gaiola Desmontável Adaptada”.

Ricardo Porva, o pai da Iris, com o equipamento em prática / Foto Henrique Castro Folhapress

Ricardo Porva, o pai da Iris, com o equipamento em prática / Foto Henrique Castro Folhapress

O jovem Matheus, de 17 anos, que sofre de paralisia cerebral, morador de Calmon Viana, neste dia, vai poder se libertar da cadeira de rodas para dar o seu primeiro rolê de skate na vida.

O equipamento proporciona alegria, motivação, oportunidade e principalmente produz endorfina. Uma proteína que dá sensação de prazer, além da adrenalina que libera grande energia para os músculos que serão acionados. O equipamento possui uma infinidade de possibilidades e é muito útil também em clínicas de reabilitação para o treino de marcha e prática de esportes.

O pai do Matheus, Jurandir, relata que todas as vezes que ele passeia com o filho e passa em frente à ONG onde Sandro Testinha e Leila Vieira desenvolvem os trabalhos com seus alunos, Matheus chega a pular na cadeira de alegria ao observar as crianças andando de skate.

“Estou ansioso para poder vivenciar esta emoção ao lado do meu filho. Vê-lo, por uns instantes, vivenciar outras emoções. Será um grande presente para nós neste Natal”, relata Jurandir.

“Será um dia mais que especial para todos nós da ONG”, revela Leila Vieira, pedagoga da Instituição e esposa de Sandro Testinha, presidente da entidade que existe há mais de 10 anos. “A possibilidade de algumas crianças com deficiências motora terem a sensação de liberdade ao andarem de skate depende da mobilização da sociedade”,  complementa Sandro Testinha.

A ideia do Porva surgiu em outubro de 2015, para que a filha Iris pudesse andar de bicicleta. A menina sofre de um nível intermediário de Atrofia Muscular Espinhal (AME), mas consegue viver a experiência graças a uma invenção do pai: uma gaiola com rodinhas que é utilizada como suporte. Em 2016, pela primeira vez a ASID (Ação Social para Igualdade das Diferenças) conheceu a história da Iris e da criação do skatista profissional.

Juntos eles fizeram a primeira edição do “Amor sobre 4 Rodinhas”, reunindo a ASID, o Projeto Viva Iris, o centro Vitória, voluntários, crianças e jovens atendidos por uma instituição acompanhada pela ASID e muitos parceiros e incentivadores. Com a campanha dois novos equipamentos foram produzidos e varias crianças tiveram a oportunidade de um dia de muito skate, esporte, lazer e diversão.

ONG Social Skate

A ONG Social Skate trabalha o Projeto Manobra do Bem II, onde utilizam o skate como ferramenta de inclusão social e conta com total patrocínio da Nike Social Community Impact com o slogam “Feito pra Jogar”. A Instituição também está inserida na Lei de Incentivo ao Esporte do Estado de São Paulo.

Por meio desse trabalho cerca de 150 alunos, de 6 aos 18 anos, são atendidos, gratuitamente, com lanches, palestras disciplinares, acompanhamento escolar e familiar, aulas de skate e aulas educação física na quadra coberta totalmente reformada por eles.

Eles também são responsáveis pela Horta Comunitária, onde cultivam alface, tomate, alcachofra, pimentão, repolho, entre outras hortaliças. O projeto ainda promove a capacitação de pequenos produtores participantes da iniciativa e provê suporte técnico durante todo o processo do plantio. Uma parceria entre a ONG Social Skate e o Instituto EDP.

Sobre a Gaiola Desmontável Adaptada

Em 2016, pela primeira vez, em a ASID (Ação Social para Igualdade das Diferenças) conheceu a história da Iris, do skatista profissional Ricardo Porva e da Aline. Juntos eles fizeram a primeira edição do “Amor sobre 4 Rodinhas”, reunindo a ASID, o Projeto Viva Iris, o centro Vitória, voluntários, crianças e jovens atendidos por uma instituição acompanhada pela ASID e muitos parceiros e incentivadores. Com uma campanha dois novos equipamentos foram produzidos e varias crianças tiveram a oportunidade de um dia de muito skate, esporte, lazer e diversão.

O Amor sobre 4 Rodinhas superou todas as expectativas e alimenta a ideia do projeto em compartilhar esse sonho com o máximo de instituições possíveis para dar continuidade à esse legado e oportunidade para muitas famílias.

Compartilhe.