Medina avança

Medina avança

O vice-líder do circuíto, Gabriel Medina, ganhou o duelo brasileiro com Wiggolly Dantas no segundo dia do Quiksilver Pro France e pode assumir a ponta na corrida pelo título da temporada, se passar mais duas baterias na França. Além dele, o também campeão mundial Adriano de Souza e o catarinense Willian Cardoso, avançaram para disputar vagas para as quartas de final na quarta-feira. O cearense Michael Rodrigues pode ser o quarto brasileiro, pois ainda tentará sua classificação na terceira fase.

Adriano de Souza (SP) (@WSL / Masurel)

Adriano de Souza (SP) (@WSL / Masurel)

Medina foi o terceiro brasileiro a passar para a rodada classificatória para as quartas de final na quarta-feira em Les Culs Nus. O Brasil já havia feito estragos nas baterias da repescagem que abriram o dia, com cinco aproveitando a segunda chance de passar para a terceira fase. Quatro deles voltaram a competir à tarde e só o catarinense Willian Cardoso triunfou de novo, despachando o australiano Connor O´Leary, algoz de Filipe Toledo na primeira fase, por uma pequena vantagem de 11,13 a 11,07 pontos.

Na disputa seguinte, o campeão mundial Adriano de Souza ganhou a bateria contra o também experiente australiano Adrian Buchan, com o maior placar da terceira fase até ali, 15,20 pontos com a nota 8,70 da sua melhor onda. Com isso, uma bateria 100% brasileira poderia ser formada no segundo confronto valendo vagas para as quartas de final. Mas, o australiano Ryan Callinan impediu isso ao surpreender o número 1 do Jeep Leaderboard, Filipe Toledo, na melhor bateria do Quiksilver Pro France 2018.

“Eu consegui fazer uma boa campanha até agora e quero manter o mesmo ritmo até o fim”, disse Adriano de Souza. “Foi bom ganhar do Ace (Adrian Buchan), porque ele está na minha frente no ranking, então era uma disputa direta por pontos e posições. Sei que dei um passo importante para me manter no CT para o ano que vem, mas pretendo conseguir resultados mais expressivos nestes últimos eventos do ano para melhorar ainda mais”.

Por João Carvalho

Compartilhe.