Mais um brasileiro avançou para a terceira fase do Taiwan Open of Surfing, com o paulista Eduardo Motta aproveitando a segunda chance de classificação para seguir na briga pelo título mundial Pro Junior da World Surf League. Mas, o time sul-americano sofreu duas baixas na terça-feira de boas ondas de 3-4 pés em Jinzun Harbour, com o peruano Raul Dañino e a argentina Catalina Mercere perdendo na primeira rodada eliminatória do evento que prossegue até domingo em Taitung, na Ilha Taiwan.

Catalina Mercere/ Foto: WSL /Tim Hain

A repescagem feminina foi completada na terça-feira, mas restaram quatro baterias para fechar a masculina, que ficaram para abrir o próximo dia. A primeira chamada para o nono confronto será as 7h00 da quarta-feira em Taiwan, 21h00 da terça-feira no horário de verão do Brasil. Nessas baterias está outro integrante do time sul-americano, o peruano Jhonny Guerrero, que vai disputar a penúltima vaga para a terceira fase com o sul-africano Eli Beukes.

Assim como na segunda-feira, as meninas abriram o segundo dia do Taiwan Open of Surfing e a argentina Catalina Mercere até surfou bem, conseguindo notas 6,57 e 5,60 em suas melhores ondas. No entanto, a norte-americana Samantha Sibley foi melhor ainda e fez os recordes do dia, nota 9,00 e 16,67 pontos contra 12,17 da argentina, que terminou em 13.o lugar no ranking mundial Pro Junior de 2018 da World Surf League.

Agora, a peruana Sol Aguirre é a única esperança para a conquista de um inédito título mundial feminino da América do Sul na história da categoria para surfistas com até 18 anos de idade. A atual bicampeã sul-americana da WSL South America, vai disputar as duas primeiras vagas para as quartas de final com a havaiana Gabriela Bryan e a algoz de Catalina Mercere e recordista da terça-feira em Jinzun Harbour, Samantha Sibley, dos Estados Unidos.

Entre os homens, três brasileiros seguem na tentativa de aumentar para oito o recorde de títulos mundiais verde-amarelos na história da categoria Pro Junior na World Surf League. Samuel Pupo e Mateus Herdy estrearam com vitórias na segunda-feira e passaram direto para a terceira fase. E na terça-feira, Eduardo Motta surfou uma onda muito boa que valeu nota 8,17 para despachar o havaiano Kalani Rivero por 14,84 a 9,03 pontos.

O paulista aproveitou a segunda chance de classificação para a terceira fase, mas o peruano Raul Dañino perdeu sua segunda bateria seguida em Taiwan e terminou em 25.o lugar no ranking mundial Pro Junior de 2018. Ele disputou o segundo duelo da repescagem na terça-feira e quase consegue a vitória na última onda. Mas, a nota 4,57 recebida foi insuficiente para virar o placar, encerrado em 10,17 a 9,97 pontos para o norte-americano Cole Houshmand.

Por João Carvalho

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.