O skate é mais do que esporte, lazer e meio de transporte, o skate é uma manifestação cultural. Uma cultura que envolve hábito, comportamento, moda, lazer, sociabilidade, identidade, um estilo de vida. A cidade apresenta um expressivo número de skatistas e muito se deve a existência de gerações que preservam a prática ao longo do tempo e dos lugares.

Pista do Gaúcho, Ambiental e Drop Dead Skate Park geraram skatistas de qualidade para Curitiba e para fora dela, e durante as décadas de 1990 a 2000 a cidade foi considerada a capital do skate do Brasil. Esta cena envolvia marcas como Maha e Drop Dead com suas fábricas de tábuas e roupas, com suas lojas que promoviam as tendências de moda, campeonatos nacionais amadores, música, skatistas alcançando o pódio em campeonatos mundiais.

Skate, fotografia, vídeo, marcas, fábricas, campeonatos, nomes de destaque, pioneiros do skate na capital. História. Este universo cultural será mostrar na exposição, trazendo para os skatistas e para um público amplo a cultura do skate curitibano, um dos mais tradicionais do Brasil.

A mostra é composta por uma linha do tempo na qual se destacam os principais acontecimentos das décadas de 1970 a de 2000; um documentário sobre a cultura do skate de Curitiba a partir dos depoimentos de skatistas pioneiros chegando até os campeões mundiais; obras de skatistas que desenvolvem trabalho nas artes visuais e fotografias de skatistas que se especializaram nesta vertente. O público visitador poderá conferir também a diversidade de rodinhas, shapes, revistas, livros, skates antigos, roupas e objetos utilitários que são feitos a partir da reciclagem de componentes do skate.

Junto com a prática do andar de skate – que envolve o cotidiano nos picos, nas pistas tradicionais e nas espalhadas pelos bairros – temos o registro do andar de skate através da fotografia e do vídeo, realizado pelos próprios skatistas, que mostram uma outra faceta desta cultura. Ao longo do período da exposição ocorrerá sessões de skate com a demonstração de performance de alguns dos skatistas entrevistados, e oficinas gratuitas de fotografia e vídeo para skate ministradas pelos skatistas Castro Pizzano, Felipe Oliver Arnoso e Matheus Reinhardt Luz.

Com pesquisa e curadoria de Victor Augustus Graciotto Silva, direção de fotografia de Eli Firmeza, e produção de Rebeca Gavião Pinheiro, a exposição Curitown – A Cultura do Skate em Curitiba conta com o patrocínio da CELEPAR e CAIXA e foi realizado com o apoio do Programa de Apoio e Incentivo à Cultura, Fundação Cultural de Curitiba e da Prefeitura Municipal de Curitiba.

Serviço
A Cultura do Skate em Curitiba será dia
Exposição: Curitown – A Cultura do Skate em Curitiba
Quando: De 16 de junho a 20 de agosto de 2018
Onde: Museu Municipal de Arte de Curitiba
Endereço: Avenida República Argentina 3432 Portão Curitiba/PR 80610-260
Visitação: terça a domingo, das 10h00 às 19h00
Entrada Gratuita

Fonte Marcos Bollmann

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.