A terça-feira amanheceu com Jeffreys Bay bombando direitas perfeitas de 4-6 pés e três brasileiros passaram pela repescagem que abriu o segundo dia do Corona Open J-Bay na África do Sul. O campeão mundial Adriano de Souza, o cearense Michael Rodrigues e o catarinense Tomas Hermes, se recuperaram das derrotas em suas estreias no sexto desafio da World Surf League Championship Tour. Tomas ainda voltou ao mar para competir na terceira fase e perdeu para a estrela sul-africana, Jordy Smith, mas sete brasileiros ainda vão disputar vagas para a rodada classificatória para as quartas de final na quarta-feira, a partir das 7h30 na África do Sul, 2h30 da madrugada no fuso horário de Brasília.

Michael Rodrigues (CE) (@WSL / Pierre Tostee)

Os resultados da repescagem na terça-feira acabaram formando dois duelos verde-amarelos na segunda fase eliminatória do Corona Open J-Bay, ou seja, dois certamente seguirão em frente, mas dois ficarão em 13º lugar com apenas 1.665 pontos no ranking. O primeiro confronto brasileiro é o do atual vice-líder na corrida pelo título mundial, Filipe Toledo, campeão da etapa sul-africana no ano passado. Ele está na sétima bateria, a terceira a entrar no mar na quarta-feira, com o catarinense Yago Dora, um dos reforços na “seleção brasileira” do CT este ano.

Outro novato, o cearense Michael Rodrigues, enfrenta na bateria seguinte o campeão mundial de 2015, Adriano de Souza. Os dois competiram na terça-feira de ondas melhores do que no primeiro dia em Jeffreys Bay. O estreante não deu qualquer chance para o havaiano Keanu Asing, conseguindo três notas na casa dos 7 pontos para vencer por 14,47 a 10,70. E Mineirinho surfou a melhor onda do dia entre os brasileiros, atacando forte a direita com uma série de três manobras potentes antes de surfar um belo tubo para receber 8,5 dos juízes na vitória sobre o californiano Patrick Gudauskas por 13,80 a 12,77.

Antes das duas baterias 100% verde-amarelas da terceira fase, o paulista Wiggolly Dantas poderá ajudar os brasileiros que estão na briga direta pelo título mundial esse ano, Filipe Toledo em segundo no ranking, Italo Ferreira em terceiro, Gabriel Medina em quarto e Willian Cardoso em quinto. Guigui está substituindo o contundido John John Florence nesta etapa e vai encarar o número 1 do Jeep Leaderboard, Julian Wilson, no segundo confronto da quarta-feira em Jeffreys Bay. O australiano está vestindo a lycra amarela na África do Sul, que estava com Italo Ferreira na etapa passada, em Uluwatu, na Indonésia.

Dos quatro que estão no seleto grupo dos top-5 do World Surf League Championship Tour, justamente o potiguar foi o único já eliminado do Corona Open J-Bay e pelo próprio Wiggolly Dantas na repescagem. O catarinense Willian Cardoso entra na décima bateria da terceira fase com o japonês Kanoa Igarashi e o campeão mundial Gabriel Medina disputa a última vaga para a rodada classificatória para as quartas de final com Connor O´Leary. O australiano foi o grande destaque da terça-feira em Jeffreys Bay, com 17,16 pontos de 20 possíveis na repescagem.

Por João Carvalho

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.