A Praia do Forte (BA) está preparada para receber nesta quinta-feira (3) um dos principais eventos de cultura surf do país. Com apresentação musical do tricampeão mundial de surf Tom Currem (EUA) e de outras presenças ilustres, a exemplo de Teco Padaratz e Ricardo Bocão, a segunda edição do Surf Culture Festival agitará o famoso destino turístico de Mata de São João até domingo (6). Serão diversas manifestações culturais ligadas ao esporte das ondas. Considerado mito internacional do surf, o californiano Tom Currem, 52, vem pela primeira vez à Bahia. Multi-instrumentista, cantor e compositor, ele se apresentará no coreto da Praça da Alegria, no sábado (5) à noite. Curren também participa da exibição do filme “Searching for Tom Curren”, de sessão de autógrafo, de um debate e de uma clínica de surf na praia do Papagente, no domingo (6). Inspirado em eventos do gênero realizados na Califórnia (EUA), o Surf Culture Festival tem o propósito de difundir as diversas tendências do estilo de vida dos surfistas em todo o mundo e aprofundar o conhecimento sobre história do esporte para o grande público. “Pretendemos também proporcionar dias especiais para os moradores e visitantes da Praia do Forte, através da riqueza cultural que envolve o surf. Será um espetáculo de imagens, cores, sons e emoções”, explica o idealizador e produtor de evento Ivan Lopes, da Warung Ideias.

Papo com os shapers baianos – Um dos momentos mais aguardados pelos surfistas é o debate entre os shapers (fabricantes de pranchas) baianos. Os experientes Ricardo Abubakir, Hilton Issa, Samir Silva, Manoel Leite e Eduardo Radar dialogarão entre si e com os espectadores sobre técnicas de fabricação, suas trajetórias, entre outros temas. O encontro acontecerá no primeiro dia do evento (3), no Auditório do Instituto Baleia Jubarte.
Outro astro do surf que flutua muito bem nas ondas musicais é o catarinense Teco Padaratz, 45. Um dos surfistas brasileiros mais influentes de todos os tempos, pioneiro no circuito mundial e bicampeão do circuito de acesso (1992 e 1999), Padaratz canta na banda 5’11, que se apresenta no mesma noite do dia 5, também no coreto da vila. Ele participa também de mesa redonda, apresentação de surf e dará autógrafos na exibição do filme sobre sua biografia, Cutkback, no dia 4, às 19h, no Auditório do Instituto Baleia Jubarte.

Ricardo Bocão, 62, é o único, entre as três principais atrações do Surf Culture Festival, que participa do evento pela segunda vez. Surfista de ondas grandes, fundador do canal de esportes radicais Woohoo, documentarista e comunicador, Bocão é membro de uma das primeiras gerações de surfistas do Rio de Janeiro. Foi um dos pioneiros também da fabricação de pranchas e nas viagens de brasileiros para o Havaii.

Por Yordan Bosco

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.